sábado, 24 de setembro de 2011

Accept - Breaker (1981)

Hey
Satanzinhos de plantão!!!!

banda mais que fudidamente clássica Accept com seu terceiro album de estudio Breaker lançado em março de 1981
fase fodastica do Accept !!!
certeza que a carinha de boquetera que ilustra a capa de Breaker não é somente porque encaparam seus ouvidos com arame Farpadoooooo mais certeza de que algo mais pesado e rasgador ,adentrou seus ouvidos de porcelana !!!
formação mais que classica contando com:

Udo Dirkschneider: Vocal ( mercenario em potencial)
Wolf Hoffmann: Guitarra (cagador de Riffs e solos)
Jörg Fischer: Guitarra (onde está você ... eu preciso saber da sua vida !!! .......)
Peter Baltes: Baixo, vocal em Breaking Up Again (fila da p...)
Stefan Kaufmann: Bateria (motor de kombi).

Nos arregaça de dentro pra fora logo de cara com Starlight abrindo a bolacha e
chipáaaaaaaaaa Quiara na cara peipeipei feijãoooo com Breaker na sequência refrão iluminador !!!
esse play conta com absurdos como Son Of A Bitch,Run If You Can, Down And Out , dentre outros
vale 100 ouvidas nas primeiras 24 horas em que estiver com esta pepita de ouro em mãos e titulo de melhores solos ever
você que é Headbanger e quer aprender como surgir de um bueiro público!!!? A magia está neste play!!, ao tocar Breaker verá a infestação de Banger no seu churrasco de domingo !!!!
Soooooooooonnn of a bitchhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

Accept- Breaker 1981

1. Starlight 03:53
2. Breaker 03:35
3. Run If You Can 04:49
4. Can't Stand the Night 05:23
5. Son of a Bitch 03:49
6. Burning 05:14
7. Feelings 04:48
8. Midnight Highway 03:58
9. Breaking Up Again 04:39
10. Down and Out 03:43

Total playing time 43:54

Listen to me

Um comentário:

  1. Sou fã do Accept (melhor banda da Alemanha), mas acho que este disco ficaria 100% maravilhoso se não tivesse no tracklist a faixa "Breaking up Again" cantada pelo Baltes ao invés do Udo. Outro problema é esta capa tosca com uma mulher assustada com um arame farpado nos ouvidos (duas vezes pior do que a capa do Balls to the Wall, lançado pelo Accept em 1984). Acho também que eles deviam ter pensado em algo melhor para encaixar com o título do álbum "Breaker", por exemplo, um pedreiro segurando com uma mão uma marreta de quebrar pedra e com a outra fazendo "chifrinho", além de umas caras e bocas.

    Apesar disso, gosto de suas nove faixas (exceto "Breaking Up Again"), incluindo a horrorosa "Son of a Bitch" (por causa de sua letra).

    ResponderExcluir